Técnicos-administrativos em greve e estudantes bloqueiam Rodovia Dourados – Itahum para denunciar ataques do governo

Na manhã desta quinta-feira (23), estudantes e técnicos-administrativos em greve bloqueiam Rodovia Dourados – Itahum perto do Km 12, com objetivo de denunciar os ataques do governo ilegítimo de Temer a universidade pública e aos direitos dos trabalhadores. O governo já aprovou a Emenda Constitucional nº 95, que congela os gastos da saúde e a educação e a reforma trabalhista, que ataca pontos centrais dos direitos dos trabalhadores.

Agora, a prioridade do governo é convencer os deputados para a aprovação da reforma da previdência, que dificulta a aposentadoria dos trabalhadores, aumentando o tempo de contribuição e a idade mínima. Mas para além destas grandes contrarreformas o governo tem baixado Medidas Provisórias que atacam a universidade pública e os servidores.

IMG_20171123_071103226_HDR

IMG_20171123_074756083

Medidas Provisórias:

A Medida Provisória 792/2017 – Plano de Demissão Voluntária (PDV) – gratifica a saída do serviço público, reduz a jornada de trabalho com objetivo de possibilitar exercício de atividade no setor privado. Na prática é uma medida que esvazia o número de professores e técnicos-administrativos dentro das universidades, aprofundando o processo de sucateamento da universidade e precarização do trabalho.

A Medida Provisória 805/2017 ataque em cheio do salário do servidor público, aumentando a contribuição previdenciária dos servidores públicos federais de 11% para 14%. Na prática é a redução do salário dos servidores públicos federais que é proibido por lei, disfarçado de aumento na contribuição previdenciária. O governo tenta penalizar os servidores públicos mediante a um suposto rombo na Previdência Social, narrativa que foi desmentida no relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência.

IMG_20171123_072055015_HDR (1)

Greve dos técnicos-administrativos

A greve de caráter nacional dos técnicos-administrativos, iniciou-se na UFGD no dia 13 de novembro, mesmo sob portaria nº 906 de 10/11/17, de caráter intimidatório publicada pela reitoria. A ADUFDourados emitiu nota de repúdio contra à tentativa de retaliação da greve dos técnicos-administrativos.

As pautas dos técnicos-administrativos são:

Defesa da Carreira dos TAES!
Negociação Salarial Já! Nenhum direito a menos!
Contra o aumento da contribuição previdenciária! Não à Reforma da Previdência! Revogação do PDV!
Em defesa do ensino superior público, gratuito e de qualidade!
Em defesa dos serviços públicos!
Contra o PLS 116/17 – demissão por avaliação negativa (fim da estabilidade)
Em defesa dos hospitais universitários.
Para saber mais, acesse o site da FASUBRA (Clique aqui) ou o Facebook SINTEF/UFGD (Clique aqui)

IMG_20171123_075101643

Bairro Serrito

Os moradores do Bairro Serrito que fica à margem da rodovia se juntaram ao movimento para protestar contra os constantes alagamentos que se inciaram após as obras de revitalização e pela reabertura da escola que ficava próximo ao local, além de se posicionarem contra os ataques ao direitos dos trabalhadores e a universidade pública.

IMG_20171123_084540702